Postagens

Mostrando postagens de Junho 17, 2007

Artigo de Dolci na Folha de 19 de junho de 2007 que denuncia manobra da Febraban

MARIA INÊS DOLCI

Robin Hood do avesso Nossas autoridades perderam a noção de justiça, de equilíbrio e até do ridículo. Bandearam-se para o lado bilionário DEFINITIVAMENTE, A REPÚBLICA Federativa do Brasil vai dar lugar à República Federativa dos Bancos no Brasil. A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) trabalha, na surdina, com o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) para golpear, sem dó nem piedade, o CDC (Código de Defesa do Consumidor), em uma espécie de vingança contra o enquadramento dos bancos no código.

Essa monstruosidade vem sendo construída em etapas. Primeiramente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou, na medida provisória 340/2006, a adoção obrigatória da Taeg (Taxa Anual Efetiva Global). Ela faria com que os bancos e demais instituições financeiras informassem, além dos juros, todas as demais cobranças que inflam os empréstimos, disfarçadas, por exemplo, de taxa de abertura de cadastro.

Por que o presidente Lula fez isso? Bem, talvez tenha lido "Robin …

É dos filhos que provêm 54% das agressões a idosos

Imagem
A violência contra o idoso é um grave problema de saúde pública no Brasil. O levantamento mais recente dessa realidade, divulgado na quarta-feira, dia 13 de junho, mostra que 12% dos quase 18 milhões de idosos do país já sofreram maus-tratos. A violência psicológica é o tipo mais comum e engloba humilhação, discriminação e ameaças. Mas as ocorrências contra os maiores de 60 anos também incluem agressões físicas, uso indevido do dinheiro do idoso, negligência, abandono e até mesmo a violência sexual, registrada em oito cidades brasileiras.

Para o coordenador do estudo e pesquisador associado da Universidade de Brasilia (UnB), Vicente Faleiros, os dados são preocupantes e servem de alerta para a população. Em entrevista, ele defende a criação de políticas que ensinem os brasileiros a tratar melhor os idosos. De acordo com o especialista, é preciso mudar a cultura no Brasil de que os mais velhos são descartáveis e inúteis.

O estudo foi realizado por mais de 50 especialistas, entre pro…